Archive for junho, 2014

30 de junho de 2014

Síria: surge o califado islâmico

iraqueinsurgentesreuters
Membros do Estado Islâmico postaram fotos de pessoas agitando bandeiras pretas em carros e apontando armas para o alto
.

Combatentes de grupos militantes islamitas fizeram uma parada na província de Raqqa, no norte da Síria, para celebrar sua declaração de criação de um “califado” islâmico, depois de terem se apoderado de território no vizinho Iraque, informou um serviço de monitoramento do conflito.

O grupo Estado Islâmico, uma dissidência da al Qaeda previamente conhecida como Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), postou fotos na Internet no domingo de pessoas agitando bandeiras pretas em carros e apontando armas para o alto, de acordo com o serviço de monitoramento SITE.

read more »

26 de junho de 2014

China: tubulação de ferro de 150.000 anos?

Baigong-canos
Oopart (do inglês ‘out of place artifact’, ou artefato fora de lugar) é um termo aplicado para dezenas de objetos pré históricos encontrados em vários lugares ao redor do globo que parecem mostrar um nível de avanço tecnológico incongruente com a época em que foram feitos  Ooparts muitas vezes frustram cientistas convencionais, empolgam investigadores aventureiros abertos às teorias alternativas e provocam debates.

Numa misteriosa pirâmide na Província chinesa de Qinghai, próxima ao Monte Baigong, há três cavernas repletas de canos que levam ao um lago salgado próximo ao local.  Também há canos sob o leito do lago e nas suas margens.  Os canos de ferro variam em tamanho, com alguns sendo mais finos do que um palito de dentes.  O mais estranho de tudo isso é que eles podem ter 150.000 anos de idade.

read more »

25 de junho de 2014

Inimigo secreto: o temor europeu

A persistência do terror e cada vez mais a participação de europeus e americanos nas fileiras extremistas é uma preocupação constante dos órgãos de inteligência.

Palestinian militants from the Islamic Jihad organization on patrol
Um vídeo divulgado nos últimos dias por jihadistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) ilustra um dos maiores temores do Ocidente com a guerra na Síria e a rebelião extremista no Iraque. Na gravação, rapazes falando inglês com forte sotaque árabe convocam estrangeiros a pegar em armas na “guerra santa” que o EIIL promove nos dois países vizinhos. O Ministério do Interior britânico respondeu à publicação do vídeo advertindo que não tolerará propaganda terrorista na internet “que influa diretamente em pessoas vulneráveis à radicalização”. Em um comunicado, o ministério acrescentou que está trabalhando com as empresas da rede “para eliminar todo material terrorista hospedado em servidores do Reino Unido e externos”.

read more »

23 de junho de 2014

Donetsk e Luhansk, vulneráveis a uma ‘crise humanitária’

Visitando cidades atingidas pelo conflito do leste da Ucrânia, o repórter da BBC Daniel Sandford encontrou casas destruídas, ruas desertas e escassez de comida. Partes da região já vivem uma guerra de baixa intensidade, avalia o repórter, que pode desembocar em uma crise humanitária. Os confrontos fazem vítimas dos dois lados, não obstante esforços diplomáticos para a paz.
EasternUkraine
Quando passamos pelo último posto de identificação rebelde, controlado por homens armados leais ao auto-declarado Povo Republicano de Luhansk, eles nos advertiram que as forças ucranianas à frente estavam um pouco “nervosas”. Mas isso não nos preparou para o que encontraríamos em Makarove.

À medida que nos dirigíamos para a pequena cidade,

read more »

Tags:
22 de junho de 2014

Iraque: quem financia a rebelião?

Desde a tomada da cidade iraquiana de Mossul, a milícia sunita EIIL é considerada a mais rica organização terrorista do mundo. A origem de seus meios financeiros é controversa e especula-se sobre a aplicação deles.

eiil_massacre_iraque
Quanto tomaram a cidade de Mossul, no norte do Iraque, os militantes do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) saquearam de um banco 500 bilhões de dinares iraquianos, o equivalente a mais de 420 milhões de dólares. Assim, o grupo disporia de um total de 2 bilhões de dólares para sua “guerra santa”. Mas a origem exata do dinheiro é controversa.

O governo xiita do Iraque acusa o governo saudita de apoiar os insurgentes. “Responsabilizamos a Arábia Saudita pelo apoio financeiro e moral dado ao EIIL”, declarou o primeiro-ministro Nuri al-Maliki na terça-feira (17/06). Os Estados Unidos, aliados de Riad, rejeitam as acusações de Al-Maliki. A declaração é “imprecisa e ofensiva”, segundo Jen Psaki, porta-voz da Secretaria de Estado norte-americana.

read more »

22 de junho de 2014

Mundo: 50 milhões de refugiados

Refugiados no mundo ultrapassam marca histórica de 50 milhões, alerta ONU. Número é o maior desde a Segunda Guerra Mundial e pode aumentar com o surgimento de novos conflitos, como no Iraque, por exemplo. Somente em 2013, registraram-se quase 30 mil novos refugiados por dia.

crianca_refigiados1
Ao final de 2013, mais de 51 milhões de pessoas viviam como refugiadas no mundo, constatou o Alto Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur) em seu novo relatório anual Tendências Globais, lançado nesta sexta-feira (20/06). Trata-se da primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial que o número ultrapassa os 50 milhões.

Os motivos para o abandono forçado da terra natal são conflitos, perseguições,

read more »

15 de junho de 2014

Guerra civil: o Iraque é a bola da vez

O Oriente Médio continua sua saga de instabilidades, Palestina, Síria e agora o Iraque. O colapso dos militares iraquianos treinados pelos Estados Unidos em meio à ofensiva dos combatentes do ISIS (sigla em inglês do grupo islâmico Estado Islâmico no Iraque e no Levante) e seus aliados ressalta a posição perigosa com a qual as autoridades do Iraque estão tendo que lidar.

Iraque_reuters
Nos últimos dias, a ISIS, uma milícia muçulmana sunita, tem avançado pelo norte e oeste do país, tomando cidades importantes como Mosul, a segunda mais populosa do Iraque. Isso causou preocupação até mesmo em Washington, que prometeu nesta semana ajudar o governo iraquiano.

No papel, as Forças Armadas iraquianas são de um tamanho considerável – um Exército de 193 mil homens e 500 mil policiais e paramilitares. Isso seria suficiente para impor sérias dificuldades ao avanço dos rebeldes.

read more »

11 de junho de 2014

“Wikileaks” brasileiro

Informe Otálvora: Wikileaks Brasileiro mostra Segredos do Governo Chavista – Fonte Diário das Américas. As maciças compras de armas pela Venezuela durante o regime de Chávez, causaram preocupações entre os militares brasileiros. A Embaixada do Brasil em Caracas, em um documento confidencial datado de 9 de abril de 2008, sugeriu o ministro brasileiro da Defesa, Nelson Jobim, realizar uma  visita à Venezuela para discutir o assunto.

cyberwar-600x288
Jobim chegou à Caracas e se reuniu com o presidente  Hugo Chávez, na noite de 15 de abril de 2008. A proposta de  agenda, elaborado pela missão diplomática brasileira, em Caracas, sugeria à Jobim  consultar o alto governo venezuelano sobre “as  aquisições de equipamento militar que têm levantado dúvidas sobre seus propósitos [dilemas de segurança] “.

De acordo com o documento, a embaixada sugeriu que Jobim indagasse às autoridades Venezuelanas  sobre a implementação de reformas militares (incluindo a criação da “milícia bolivariana”),

read more »

7 de junho de 2014

70 anos do dia D

Dia D: Foi há 70 anos que o desembarque na Normandia salvou a Europa. Na madrugada de 6 de junho de 1944, cerca de 200 mil homens desembarcaram na Normandia, uma região da costa francesa, naquela que foi a maior operação anfíbia de todos os tempos. O Dia D representa, simbolicamente, ainda hoje, a vitória dos Aliados na II Guerra Mundial. Reportagem de Ariana Azevedo – JPN

diaDx
Um espetáculo que, quem viu, ou dele fez parte, nunca mais esqueceu. Assim descreve o britânico The Guardian no editorial, publicado 70 anos depois, acerca da importância do desembarque de tropas americanas, canadianas e britânicas, na região da Normandia. Uma página da história da II Guerra Mundial que, ainda hoje, é celebrada como o início da vitória dos Aliados, da decadência do Terceiro Reich alemão e do final da guerra.

Foram mais de 160 mil soldados, cinco mil navios e 13 mil aviões a escrever a história do Dia D. No final do dia, 175 mil homens tinham pé assente nas Praias da

read more »

5 de junho de 2014

“Balanço cultural” da guerra no Iraque

São poucos os países do mundo sobre os quais se diz: “São um museu a céu aberto”. O Iraque está entre eles. Mais precisamente, assim foi até ao início da operação militar das forças dos EUA e dos seus aliados no Iraque em 2003.

iraque9AP100501120081
O solo do Iraque, onde estiveram situadas civilizações antigas da Suméria, Assíria e Babilônia, está cheio de monumentos arqueológicos e histórico-culturais. Três cidades das mais antigas no planeta: Ashur, Hatra e Samarra, enfeitam o Rol da Herança da Humanidade da UNESCO. Porém, duas delas já passaram para a “lista negra” dos lugares que se encontram ameaçados pela destruição.

A conhecida e antiga Babilônia teve um destino ainda mais triste, declara o analista Serguei Demidenko: “Sem dúvida que para o Iraque é uma importantíssima perda a destruição de fato da antiga Babilônia, em cujas ruínas atuou, durante muito tempo,

read more »