Archive for março, 2016

31 de março de 2016

Ponte para onde?

Antes de confirmar sua saída do governo, o PMDB com apoio do PSDB, desenvolveu um esboço de um projeto de governo para a era pós Dilma. Ficou pública a intenção quando divulgada no jornal Estadão do dia 27 de março, complementado por outra no dia 29

Postamos a baixo uma análise do projeto, escrito por Silvia Camurça, Carmen Silva, Verônica Ferreira e Paula de Andrade (da equipe do SOS Corpo), sob o título “Uma ponte para o passado – o ardil de conferir um caráter programático ao golpe do impeachment.”

pmsb_sai_governo
No ardil de conferir um caráter programático ao golpe do impeachment, lideranças do PMDB

read more »

31 de março de 2016

Crise: o Brasil visto de Portugal

O artigo a seguir é do português Francisco Louçã, economista, ex-deputado, professor de economia na Universidade de Lisboa e escritor, publicado no Jornal Público sob o título “Brasil: um golpe de Estado em transmissão directa.”

franciscoLAssistimos no Brasil a um golpe de Estado em transmissão directa, por vezes em câmara lenta, outras em aceleração frenética. É assim que se procede no século XXI: em vez de tanques nas ruas, tudo começa com um juiz que quer derrubar um governo, declarando guerra ao princípio da soberania democrática. É golpe curto, bem sei, prender para eliminar politicamente e depois deixar as coisas seguirem o seu destino.

Para este propósito monumental, vem o juiz. O juiz é um poder, e neste caso é certamente um poder especial, pois ignora a proclamada separação de poderes e actua fora da lei, mas é um poder que pode tudo, pois não será corrigido em tempo útil, se é que alguma vez o será. O mal está feito, a desconfiança semeada, o pânico nas ruas, só não sabemos como vai prosseguir a saga.

read more »

Tags:
15 de março de 2016

House of Cards e a política brasileira

Jornal alemão diz que política brasileira é melhor que “House of Cards”. Por que alguém se interessa pela série americana se existem as notícias da política brasileira, questiona o semanário “Die Zeit”. “Nessa história cheia de aventuras só falta mesmo uma moral”, afirma.

seriadoReportagem publicada esta semana pelo jornal alemão Die Zeit compara a atual crise política brasileira com as intrigas da série americana House of Cards, onde o inescrupuloso político Frank Underwood faz de tudo para acumular e manter poder, chegando até a presidência dos EUA.

“Por estes dias, é difícil entender por que ainda há pessoas que se interessam por House of Cards. Elas não acompanham as notícias da política brasileira?”, pergunta o correspondente do jornal no Rio de Janeiro, Thomas Fischermann.

“Há um promotor que quer meter na cadeia um ex-presidente, cuja metade de sua equipe já está atrás das grades.

read more »

Tags: