Posts tagged ‘História’

26 de dezembro de 2016

Entenda a crise Síria olhando a história

Vídeo sugerido pelo amigo Allysson Barbosa, resume muito bem a história da região onde hoje é a Síria, colocando um ponto de vista atual sobre a crise. Como complemento sugiro o filme Lawrence da Arabia.

26 de novembro de 2016

Fidel: morre o homem fica o mito

Morre aos 90 anos Fidel Alejandro Castro Ruz. Independente da opinião que se tenha sobre Fidel Castro, com certeza é um personagem que participou ativamente da história do século XX e não como um mero coadjuvante. É um dos raros homens que não será esquecido, seja por admiração, ódio ou respeito. 

“A revolução não é um leito de rosas. Revolução é a luta até a morte entre o futuro e o passado”  — 1961 

Tags:
27 de abril de 2016

Chernobyl, 30 anos depois

Trinta anos depois da explosão de um de seus reatores, em 26 de abril de 1986, uma zona de exclusão ainda vigora ao redor da usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia – então, uma das repúblicas da antiga União Soviética.

bonecanocredit
O fotógrafo polonês Jerzy Wierzbicki visitou o local, acompanhado por dois guias – ambos antigos empregados da usina. A explosão causou um incêndio que durou 10 dias e lançou imensas quantidades

read more »

Tags:
26 de outubro de 2015

Contos de Kolima – Varlam Shalamov

chalamov-220x351-custom(Post Republicado) Procurei o livro de Varlam Shalamov para ler em português e  não o encontrei, existe apenas uma versão editada em Portugal pela Relógio d’Água mas já esgotada.  Por este motivo fiz este post, a partir de pesquisa pela internet,   esperando que seja útil para outros interessados em conhecer um pouco de um dos maiores escritores russos.

Varlam Shalamov foi um poeta, jornalista e novelista russo, nasceu na cidade de Vologda em 1907, filho de um sacerdote ortodoxo. Foi preso pela primeira vez em 1929, quando tinha apenas 22 anos e ainda era um estudante de direito na Universidade de Moscovo. Foi condenado a três anos de trabalhos forçados em Solovki, uma ilha do Mar Branco que havia sido transformada de mosteiro ortodoxo em campo de concentração soviético.
Em 1937 foi preso novamente e condenado a cinco anos de campo de concentração em Kolima, no Nordeste da Sibéria.

Shalamov foi libertado de Kolima em 1951, mas proibido de deixar a região. Em 1953 teve permissão de deixar a Sibéria, mas impedido de viver numa cidade grande. Voltou a Moscou em 1956 para descobrir que a esposa o havia deixado e a filha o havia rejeitado.

read more »

9 de maio de 2015

O brasiliero e sua história

Enquanto a Europa relembra o fim da segunda guerra e reverência seus veteranos, no Brasil o dia passou apenas com pequenas homenagens em quarteis. Na Itália, palco da luta dos brasileiros, houve homenagens aos pracinhas em Castelnuovo, Monte Castelo, Montese, Porreta terme, no vilarejo de Lola e em Precaria, localidade onde foram encontrado três soldados mortos que resistiram bravamente aos alemães.

brasileiros_italia
Os moradores mais antigos ainda lembram com carinho dos brasilieros e de como estes dividiam com a população suas rações. Nestes locais a palavra “mingau” ainda é usada como gíria para coisa boa, coisa gostosa, já que este era um dos pratos oferecido pelas tropas.

É interessante ver como o brasileiro não conhece e, principalmente, parece não se interessar em conhecer sua história. Para trazer um pouco mais de informação, transcrevo a seguir uma parte do que Francisco Miranda escreveu em seu Blog a respeito dos três heróis.

read more »

9 de maio de 2015

Guerra: EUA queriam FEB na Áustria

Historiador americano Frank McCann afirma que, após fim da Segunda Guerra, Aliados pediram presença brasileira na Áustria. Convite, porém, não teria sequer chegado a Getúlio e acabou discutido apenas a nível militar.

brasil_segunda_guerra_2
No fim da Segunda Guerra Mundial, o Brasil foi convidado por Estados Unidos e Reino Unido para participar da ocupação da Áustria. Essa eventual participação, afirma o historiador americano Frank McCann, poderia ter mudando a posição geopolítica brasileira no mundo

Em entrevista à DW, McCann diz que os motivos que levaram à recusa do convite ainda são uma incógnita. Baseado em suas pesquisas, porém, ele aposta que a proposta sequer chegou a Getúlio Vargas e acabou discutida apenas a nível militar.

“Havia 10 mil homens brasileiros que não lutaram, que não estavam exaustos e poderiam ter sido colocados em caminhões e levados para a Áustria, que não é muito longe.Eu diria que eles tinham capacidade de participar da ocupação e tinham homens para isso”, frisa.

read more »

1 de abril de 2015

2 de abril de 1964

Transcrevo aqui um momento para ser lembrado, o editorial do jornal “O Globo” do dia 02 de abril de 1964. O exemplo de como a mídia pode servir ao poder, uma leitura que pode esclarecer melhor como o jornalismo partidário pode transformar fatos. 

globo
“RESSURGE A DEMOCRACIA” Vive a Nação dias gloriosos. Porque souberam unir-se todos os patriotas, independentemente de vinculações políticas, simpatias ou opinião sobre problemas isolados, para salvar o que é essencial: a democracia, a lei e a ordem. Graças à decisão e ao heroísmo das Forças Armadas, que obedientes a seus chefes demonstraram a falta de visão dos que tentavam destruir a hierarquia e a disciplina, o Brasil livrou-se do Governo irresponsável, que insistia em arrastá-lo para rumos contrários à sua vocação e tradições.Como dizíamos, no editorial de anteontem, a legalidade não poderia ser a garantia da subversão, a escora dos agitadores, o anteparo da desordem.

read more »

Tags:
11 de dezembro de 2014

Sinclair: o pai dos computadores

Esta reportagem é para quem tem saudades do seu primeiro computador, o que me incluo, quando comecei a programar pela primeira vez com meu TK-85 (ainda guardado).

sinclair_640x360_d_nocredit
Clive Sinclair parece não se importar muito quando alguém questiona se ele pode ter acelerado a extinção da raça humana. Seu computador pessoal ZX Spectrum, que chegou ao mercado em 1982, foi em grande parte responsável pelo surgimento de toda uma geração de programadores nos anos 80, quando esse modelo e seus clones viraram sucesso de vendas.

Os primeiros usuários de computador no Brasil – onde a informática gozava de regras que previam reserva de mercado e dificultava importações – estarão familiarizados com a série TK, clones dos computadores ZX, criados pelo empreendedor britânico.

Já naquela época, o inventor previa que os softwares poderiam pôr fim ao “longo monopólio” das criaturas feitas de matéria orgânica como as formas de vida mais inteligentes da Terra.

read more »

20 de julho de 2014

O dia em que os EUA mataram 290 civis

acidente01
Um dos mais polêmicos ataques americanos contra civis inocentes ocorreu há exatos 24 anos, no calor da guerra entre o Irã do então aiatolá Khomeini e o Iraque do ditador Saddam Hussein, aliado de Washington.

Na manhã de 3 de julho de 1988, um navio de guerra dos EUA disparou dois mísseis contra um Airbus A300 da Iran Air, matando na hora as 290 pessoas a bordo, incluindo 66 crianças. Entre as vítimas havia cidadãos de Irã, Índia e Itália, entre outros países.

A tragédia ocorreu nas águas verdosas do golfo Pérsico, alguns quilômetros ao sul da cidade de Bandar Abbas, de onde o voo Iran Air 655 acabava de decolar. O destino era Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, logo ali do outro lado do golfo, num voo que leva menos de meia hora. O avião foi atingido quando ainda estava em baixa altitude, despedaçando-se sobre o estreito de Ormuz.

read more »

Tags:
7 de junho de 2014

70 anos do dia D

Dia D: Foi há 70 anos que o desembarque na Normandia salvou a Europa. Na madrugada de 6 de junho de 1944, cerca de 200 mil homens desembarcaram na Normandia, uma região da costa francesa, naquela que foi a maior operação anfíbia de todos os tempos. O Dia D representa, simbolicamente, ainda hoje, a vitória dos Aliados na II Guerra Mundial. Reportagem de Ariana Azevedo – JPN

diaDx
Um espetáculo que, quem viu, ou dele fez parte, nunca mais esqueceu. Assim descreve o britânico The Guardian no editorial, publicado 70 anos depois, acerca da importância do desembarque de tropas americanas, canadianas e britânicas, na região da Normandia. Uma página da história da II Guerra Mundial que, ainda hoje, é celebrada como o início da vitória dos Aliados, da decadência do Terceiro Reich alemão e do final da guerra.

Foram mais de 160 mil soldados, cinco mil navios e 13 mil aviões a escrever a história do Dia D. No final do dia, 175 mil homens tinham pé assente nas Praias da

read more »